O que fazer em Milão

Passear de barco em Milão Claro que pode!

Milão fica distante do mar, mas nem por isso deixa de oferecer aos turistas um passeio náutico pra lá de encantador. A cidade é servida de grandes canais – chamados Navigli, que são fruto de obras de engenharia datadas na longínqua era medieval. Durante muito tempo formaram uma importante rede hidroviária que ligava a cidade aos grandes lagos do norte da Itália, por onde a troca de mercadorias entre Milão e outras cidades e países era fundamental.

O que resta dessa rede hidroviária é muito bem conservado, sendo uma das heranças da Expo 2015 a total reestruturação da Darsena, o porto fluviário de Milão. E de maio a setembro a cidade oferece passeios de barco ao longo desses canais, que percorrem a história da cidade através dos monumentos, pontes e residências que vivem às suas margens, testemunhas da vida que foi.

Você pode adquirir seus bilhetes, com até um dia de antecedência, nas agências de viagens da Autostradale Viaggi: Piazza Castello, Piazza Duomo, Malpensa, Linate e Lampugnano. Vale comprar também na hora do embarque, mas aí é contar com a disponibilidade do momento.
São vários os itinerários, e nós propomos dois a seguir:

Itinerário Darsena

Histórico-Cultural dos Navigli – duração de 55 minutos: os visitantes conhecerão alguns lugares pitorescos que contam a história e os hábitos da cidade, navegando por onde passavam os bens que abasteciam a cidade. Se parte da Alzaia Naviglio Grande 4,  e o primeiro ponto interessante é o Vicolo dei Lavandai, com numerosos tanques em pedra onde, durante séculos, as mulheres vinham lavar roupas (concordamos que a verdadeira revolução feminina foi a máquina de lavar roupas?).  Em seguida, às margens do canal encontra-se o Palazzo Galloni, que nasceu como sede de uma família rica e hoje hospeda um centro de arte e cultura. Logo depois, um verdadeiro complexo de monumentos formado pela ponte, igreja e do lavatório de San Cristoforo, por onde reis, duques e imperadores chegavam e partiam de Milão, quando navegavam. O passeio termina, retornando ao ponto de partida mas atracando na Darsena, o antigo porto fluvial de Milão, agora totalmente reestruturado e – por onde por muitos séculos o comércio fervilhava, agora é um ponto de agito milanês muito trendy.

Saídas alternadas dos seguintes cais: Boffalora Sopra Ticino, Robecco sul Naviglio, Cassinetta di Lugagnano e Castelletto di Cuggiono.

Adulto: 12€, Under 10: 10€, Under 4: Grátis

Período de abril/setembro - Domingo: 15h00 - 16h05 - 17h10 - 18h15 (com explicações a bordo na ultima viagem)

Itinerário das Delícias

Duração variável, pode levar algumas horas ou até o dia inteiro: De abril a setembro esse itinerário, que compreende o trecho de Cassinetta di Lugagnano e Castelletto di Cuggiono, dois vilarejos às margens do Naviglio Grande, oferece várias opções com refeição a bordo ou em algum pitoresco restaurante. O passeio é lindo, porque fica na parte do canal circundada de verde, e você poderá admirar as famosas e espetaculares vilas dos grandes de épocas passadas, as pontes que atravessam o canal como Ponte Vecchio di Magenta e Ponte Nuovo di Magenta (as duas, pontes históricas), centros históricos medievais encantadores e igrejas de patrimônio artístico incomparável.

Saídas Milão, Alzaia Naviglio Grande 4

Adulto: 14€, Under 10: 10€, Under 4: Grátis

Este itinerário é realizado no período de Dezembro/Janeiro nos seguintes horários:

de Segunda a Quinta: 12h30 - 14h40 - 15h45 - 16h50 - 17h55
Sexta, Sábado, Domingos e feriados: 11h45 - 12h50 - 12h50 - 14h40 - 15h45 - 16h50 - 17h55
Natal e 1° Janeiro: 14h40 - 15h45 - 16h50 - 17h55

Navegar Comendo

Navegar Comendo é um modo diferente de viver os históricos canais lombardos. Para quem deseja transcorrer uma noite alternativa, contestualmente a retomada da estação primaveril de navegação turística, é possível navegar nos “Navigli“, atracar em um restaurante e jantar.

O programa prevê a navegação à noite para chegar a um dos muitos restaurantes ao longo das margens do “Naviglio”, onde pode-se desfrutar de um jantar de iguarias típicas da região e depois relaxar no caminho de volta, navegando no cenário mágico do Naviglio Grande ao luar até chegar ao ponto de partida.

Ecco le proposte:

Milano – Trezzano sul Naviglio

Embarque em Milão, Alzaia Naviglio Grande 4 com com o destino ao desembarque de Trezzano sul Naviglio. Almoço ou jantar em um restaurante típico e regresso a Milão navegando pelo Naviglio Grande.  Longo ao trecho de navegação pode-se admirar o Vicolo dei Lavandai (Beco das Lavadeiras), a Igreja de San Cristoforo, um dos símbolos de Milão, e passar por Buccinasco e Corsico para chegar ao ancoradouro de Trezzano sul Naviglio, pouco antes da ponte histórica a “lombo de burro“.

Custo da navegação + jantar: € 55

Percursos em Bicicleta

A todos os apaixonados das duas rodas, propomos um guia de percursos cicloturísticos realizados pela Região Lombardia.

Percorrendo os diversos rotas você pode descobrir o extraordinário património ambiental, urbano, paisagístico e arquitetônico que serpenteia ao longo de vales, rios, canais e lagos, mas também ao longo das muralhas de cidades antiga, vias férreas históricas, fileiras de vinhas antigas.

Produtos Típicos
f_BOX-PRODOTTI-TIPICI

I Navigli hanno una grande storia nella produzione e trasformazione di prodotti agro-alimentari che gli deriva da una particolare conformazione geografica e territoriale, ma soprattutto da un solido radicamento alla cultura e alla qualità.

L’eccellenza dei prodotti tradizionali, di seguito censiti, rappresenta un chiaro segno che, sui Navigli, cultura e tradizione gastronomica sono antiche, prestigiose e degne di essere pienamente valorizzate.

Si tratti del terreno e del clima per la riuscita di ortaggi, dell’umidità per la perfetta stagionatura di certi salumi: i molteplici fattori che influenzano coltivazioni e allevamenti sfuggono ad ogni uniformità industriale e ci consegnano prodotti ineguagliabili.

I prodotti tipici sono il risultato di una lunga elaborazione che ha cercato di trarre il massimo da ciò che era disponibile in loco, affidandosi, adattandosi ed evolvendosi.

In questo senso essi sono la tangibile eredità di una cultura contadina non scritta ma complessa e ricca.

Alcuni di essi – basti pensare tra gli altri al Gorgonzola di Ozzero o al riso Carnaroli – hanno conquistato notorietà, consumatori affezionati in tutto il Paese e, perfino, fama e acquirenti sul mercato internazionale.

Se gostou dessa dica, fale com um de nossos consultores para maiores informações.
Destino Milão
info@destinomilao.com
No Comments

Post A Comment